Skip to main content
Impulso News

3 perguntas essenciais para fazer aos seus times

Impulso News • Edição nº

Opa! 👋 – Mira aqui.

E eu tenho um aviso: a partir desta semana, vou enviar esta News pelo meu endereço de e-mail oficial ([email protected]). Por isso, te peço que me adicione, para não perdermos contato.

Excelente manhã de segunda-feira para 910+ Líderes de Alto Impacto!

Aqui vai uma ação concreta para você liderar com alta performance, sem burnout.

A edição de hoje leva cerca de 5 minutos para ser lida, ok?

Aproveite!

3 perguntas essenciais para fazer aos seus times

Na edição de hoje irei bem direto ao ponto!

Compartilho as principais perguntas que você, que está numa posição de gestão, deveria fazer, de forma recorrente, a cada uma das pessoas dos times que você é responsável.

Vamos lá?

1. O que você precisa de mim para conseguir dar o seu melhor?

Nosso trabalho como gestores é garantir que as pessoas tenham um ambiente no qual possam ter o melhor desempenho. 

Que possam entregar o seu melhor.

E, principalmente, que possam fazer isso de maneira sustentável.

Então, nada melhor do que perguntar a elas o que cada uma delas individualmente precisa de você.

Eu gosto muito desta pergunta pois é uma forma bastante concreta de pedir um feedback.

E traz um aspecto importante de desenvolvimento e fortalecimento do protagonismo da pessoa, sem cair numa postura paternalista.

Outro aspecto legal é que incentiva a pessoa a fazer uma autoanálise sobre o que a está impedindo ou dificultando o seu trabalho no dia a dia.

2. O que a empresa poderia fazer, além do que já faz?

Esta é uma pergunta mais aberta de propósito.

Normalmente, na primeira vez, a pessoa irá perguntar algo do tipo: 

“Fazer como?” 
“Em que sentido?”
“Sobre o quê”

O legal é deixar livre mesmo, para que ela possa falar qualquer coisa que ache que a empresa poderia fazer, seja relacionado aos produtos, clientes, processos, estrutura, benefícios, cultura, ferramentas, pessoas, etc, etc, etc.

Existem muitas e muitas possibilidades.

É muito comum a pessoa não saber bem o que responder e uma forma que costuma funcionar é guiá-la para que ela lembre de momentos em que se pegou pensando como seria legal se existisse tal coisa na empresa.

Ou fizesse aquilo, naquele dia.

Ou se não tivesse passado por tal situação, naquela vez.

Ou se aquela oportunidade fosse aproveitada.

Ou o problema X não ocorresse.

Direcionar para lembranças de momentos nos permite capturar sutilezas do dia a dia, que normalmente passam despercebidas.

Pode ser algo muito, muito pequeno e simples ou algo extremamente grande e complexo.

O objetivo é coletar das próprias pessoas percepções e ideias, que podem se tornar melhorias e inovações.

Fazendo-as também parte do processo.

3. Como você quer crescer aqui na empresa?

Aqui na Impulso todas as pessoas precisam crescer.

Isso não é opcional.

Crescer significa aprender coisas novas, aprofundar o que já sabe, experimentar perspectivas diferentes, aplicar novas técnicas, atualizar-se continuamente, melhorar resultados…

e cometer erros diferentes.

Se as pessoas não crescem, elas estagnam.

E se estagnam, deixam de inovar.

A única forma de uma empresa se manter competitiva, é inovando.

E apenas pessoas inovam.

Logo, ter pessoas que crescem é fundamental.

Um aspecto legal desta pergunta é que cada pessoa prioriza coisas diferentes ou tem um entendimento prático diferente do que é “crescer na empresa”.

E o “como” na pergunta, a deixa mais concreta.

Então, a resposta abre espaço para várias outras perguntas e planos de desenvolvimento individual que podem ser criados em conjunto, complementando bastante a pergunta 1.

⚡ Experimente fazer essas perguntas no seu próximo um a um.

E passe a fazê-las periodicamente.

Você vai se surpreender com o resultado!

Isso é tudo por hoje. Uma ação concreta para você!

Se não estiver obtendo valor dos meus e-mails, considere cancelar sua inscrição.

Não vou ficar chateado, ok?

Por outro lado, se está gostando, o melhor elogio que pode me fazer é compartilhar a News Líder de Alto Impacto com uma pessoa que você acha que se beneficiaria dos meus conteúdos.

Até semana que vem!

Grande abraço,

Mira

Para ler, seguir e avançar

22 coisas para repensar

Adam Grant, um dos meus autores preferidos, lista 22 ideias que vale repensarmos sobre a vida, trabalho e bem-estar. Um ponto interessante é que, para conseguirmos pensar criticamente, nós precisamos ter a mente aberta, mas também ter vontade de questionar as ideias dos outros.

As armadilhas da liderança “cool parent”

Artigo excelente, sobre como (não) devemos atuar como gestores. Um dos trechos que me chamou atenção: “Prefiro ter um gerente que estabeleça uma direção clara, me pague de forma justa e me deixe saber onde estou, do que alguém que esteja agindo como meu terapeuta e prometa estar lá para o meu desenvolvimento pessoal, não importa o que aconteça.”

O que achou da news?

Você pode dar seu feedback clicando aqui, não levará 1 minuto. 

Por Impulso

Conteúdos sobre Inovação, Liderança, Transformação Digital e Business Agility, escritos e selecionados especialmente pelas lideranças da Impulso.

Assine minha lista
Ao assinar você estará concordando com nossa Política de Privacidade.